quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Milton Nascimento – Cronologia – Anos 70

1970
Sai seu terceiro álbum no Brasil, "Milton", com o Som Imaginário.

1972
Com quatro discos já lançados ("Travessia", "Courage", "Milton Nascimento" e "Milton e ah, o Som imaginário") grava o "Clube da Esquina", que batiza um dos maiores e mais importantes movimentos da Música Popular Brasileira. As músicas têm arranjos para orquestra de Eumir Deodato e Wagner Tiso, em sua estréia como orquestrador.

O disco é dividido com Lô Borges. Nas três décadas seguintes, Milton leva o Clube, que reunia talentos como Lô Borges, Tavinho Moura, Beto Guedes e Toninho Horta, de Belo Horizonte para o mundo.

1973
"Milagre dos Peixes", seu sexto disco, tem quase todas as letras censuradas. No ano seguinte lança "Milagre dos Peixes ao Vivo", gravado no Teatro Municipal de São Paulo com a Orquestra Sinfônica do Rio de Janeiro, arranjos de Wagner Tiso, Paulo Moura e Radamés Gnatalli, e regência de Paulo Moura.

Foi o primeiro disco de música popular gravado com orquestra sinfônica.

Perseguido pela ditadura passa a fazer shows promovidos por DCEs de faculdades.

1974
Grava com Wayne Shorter, nos Estados Unidos, o disco "Native Dancer". Durante toda a sua carreira trabalha com vários músicos, cantores e compositores de todo o mundo, em especial Pat Metheny, Herbie Hancock, Ron Carter, Mercedes Sosa, Fito Paez, Hubert Laws, Peter Gabriel, James Taylor, Sting, Paul Simon, Jon Andersen (Yes), Duran, Duran.

Maurice White, do grupo "Earth, Wind and Fire" declarou que tanto as músicas quanto o conjunto foram inspirados nos falsetes de Milton Nascimento."

1975
Lança o disco "Minas", com músicas que estouram nas paradas de sucesso como "Fé cega, faca amolada", "Ponta de Areia" e "Paula e Bebeto".

O disco tem a participação do pianista Tenório Júnior, morto no ano seguinte na Argentina.Milton fica sabendo que o disco "Minas" assume o primeiro lugar das paradas de sucesso da Austrália, à frente dos Beatles.

1976
Grava "Geraes", uma continuação de "Minas", mas apresentando fortes traços da música da América Latina, com participações do grupo chileno Água e da argentina Mercedes Sosa. "Geraes" é um dos discos mais vendidos do ano, com filas nas lojas antes mesmo de abrirem as portas.

Ainda em 1976 compõe e interpreta a trilha para o ballet "Maria Maria", que marca a estréia do grupo Corpo, no Brasil e no exterior.

1978
Após seis anos do "Clube da Esquina", faz um segundo álbum duplo, batizado de "Clube da Esquina Dois", com participação de Flávio Venturini, Boca Livre, Chico Buarque, Elis Regina, César Camargo, Joyce, Francis Hime, Olívia Hime, Beto Guedes, Danilo Caymmi, Paulo Jobim, Luiz Gonzaga Júnior, Nelson Ângelo, Toninho Horta, Lô Borges, Wagner Tiso, muitos outros mais.

Fonte – Site do Artista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.